Remédios para controlar a diabetes

Não existe nenhuma regra que fala “Todo diabético precisa de medicamentos”. Na verdade em muitos casos é possível controlar a diabetes tipo 2, seguindo uma dieta equilibrada e praticando exercícios. Agora, se isso não resolver o seu problema, a solução esta em adicionar os medicamentos a sua dieta. Você encontrará nesse post alguns medicamentos que são mais indicados para o tratamento e seus efeitos colaterais.

Antes de mais nada, procure um médico especialista para receber indicações e instruções que se adequarão melhor ao seu organismo, e a seus propósitos. O remédio em si ajuda bastante, mas faça um esforço para mudar os hábitos alimentares e não cair no sedentarismo.

A diabetes é uma das doenças que mais afetam os brasileiros, partindo desse pressuposto, o Governo Federal criou o programa “Farmácia Popular”, onde é possível pegar alguns medicamentos com descontos de até 90%. Listamos quais são esses medicamentos.

Diabetes na Farmácia Popular

Formet Glucoformin
Formyn Meguanin
Gicamin Metfordin
Glibenclamida Metform
Glicocontrol Metformed
Gliconil Metformina Dimefor
Glifage Metformix
Glifage XR Metta
Gliformil Neo Metformin
Glimil Teutoformin
Glionil Triformin

Tipo de medicamento para diabetes

Quando falamos de medicamentos para diabetes, estamos falando de dois meios. Um são os de uso oral e o outro é de uso injetável. Confira a lista contendo cada tipo de medicamento e alguns medicamentos que pertence a cada categoria.

Inibidores de DPP 4

Trayenta, remédio para diabetesEsse tipo de medicamento induz a diminuição da taxa de glicemia. Ele consegue esse efeito devido a ação de aumentar a quantidade de insulina produzida pelo pâncreas e diminuir o açúcar produzido pelo fígado.

Esse tipo de medicamento pode ser combinado com a metformina, sulfoniluréia e tiazolidinediona. Essa combinação merece ser analisada com o médico no momento em que prescrever a receita.

Medicamentos mais comuns: Galvus, Onglyza, Sitagliptina e Trayenta.

Biguanidas

Tem como principal função reduzir a quantidade de glicose produzida pelo fígado.

A biguanidas é popularmente conhecida como metformina. Diferente de outros tipos de medicamento, a metformina não auxilia na secreção de insulina, o que não causa hipoglicemia. Outro ponto forte é que esse medicamento age contra o colesterol e a triglicérides, mas também tem efetios colaterais, como diarría, náuseas, problemas respiratórios e fraqueza.

Medicamentos mais comuns: Glifage, Metformina.

Glitazonas ou Tiazolidinedionas

Esse tipo de medicamento ajuda o organismo a utilizar a insulina e a transportar a glicose para o dentro das células. Os efeitos colaterais são: ganho de peso, inchaço dos membros, anemia e inibindo o efeito de outros medicamentos como o anticoncepcional.

Medicamentos mais comuns: Actos

Inibidores de alfa-glicosidase

Injeção de insulina

Geralmente são consumidos antes das refeições. Esse medicamento funciona como um bloqueador de enzimas que digerem os amidos dos alimentos. Dessa forma,diminui a velocidade de absorção da glicose que vem dos alimentos.
Os efeitos colaterais estão ligados a problemas no estomago.

Medicamentos mais comuns: Glucobay

Insulina

Esse medicamento é injetável, e sua função é repor a insulina que o organismo não consegue produzir, assim controlando os níveis glicêmicos.

Sulfonilureias

Os sulfonilureias tem a função de estimular o pâncreas a produzir mais insulina e ao mesmo tempo em que o ajuda o organismo a utilizar a insulina produzida.

Medicamentos mais comuns: Clorpropamida, Glimepirida

Meglitinidas

Os efeitos do meglitinidas são similares aos do sulfonilureias, a diferença é que ele age mais rápido e com uma duração menor.

Medicamentos mais comuns: Repaglinida e Nateglinida

#Dicas

  • A combinação de medicamentos é comum, mas quem irá recomendar isso é o seu médico. Todos os efeitos devem ser avaliados e pensados como agir em cada organismo.
  • Faça o teste de glicose periodicamente e em determinados períodos do dia ajuda a evitar surpresas desagradáveis.

ARTIGOS SEMELHANTES

Comentários